A imaginação totalitária

“Um livro que abalará todas as suas crenças” – Martim Vasques da Cunha. Com o rigor de um scholar e a força argumentativa de um polemista, Francisco Razzo expõe uma tese perturbadora: esquerda, direita ou centro, somos todos responsáveis pelas jaulas voluntárias de nossas ideologias. “A Imaginação Totalitária” é a estreia promissora de um escritor que quer nos perturbar sem fazer nenhuma concessão. E, sobretudo, o relato de um exorcismo pessoal de alguém que também quer expulsar os demônios que infestam a atual sociedade brasileira – especialmente quando esta crê que a política é a última esperança que nos resta.

Sobre o autor

Francisco Razzo é Mestre em Filosofia pela PUC/SP. Pesquisador da obra de William James. Graduado em Filosofia pela Faculdade de São Bento SP em 2007, com o projeto de conclusão de curso em Plotino. Tem interesses nas áreas de Filosofia Política, Ética Filosófica, Bioética. Atualmente é professor de História da Filosofia na Faculdade São Bento, no Colégio e Curso Pré-Vestibular no Anglo – Sorocaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário